Como Funciona o Fies 2020

Como Funciona o FIES 2020

Uma dúvida muito recorrente por parte de estudantes que ainda estão saindo do ensino médio é como funciona o FIES 2020. O Fundo de Financiamento Estudantil é um dos principais programas educacionais do Governo Federal e possui o objetivo de facilitar o acesso de pessoas que não tem renda suficiente para efetuar o pagamento integral de um curso de graduação numa instituição privada. Então, quer saber como funciona o FIES 2020? Leia o artigo abaixo!

Como Funciona o Fies 2020
Como Funciona o Fies 2020

Como Funciona o FIES 2020

A grande dúvida de muitos estudantes é como funciona o FIES 2020? Todo começo de semestre, o programa de financiamento estudantil promove a abertura do processo seletivo para candidatos que desejam um contrato de financiamento estudantil.

Os estudantes que forem selecionados contam com uma linha de financiamento que custeia as mensalidades do curso até a conclusão. Depois do término da graduação, o beneficiado deverá devolver o valor por meio de parcelas mensais.

Enquanto o aluno estiver cursando a graduação, é preciso efetuar o pagamento somente do valor do juro fixado em contrato. Grande maioria dos contratos estabelecem juros mensal de, no máximo, R$50.

Ao concluir o curso, o estudante entra no período conhecido como amortização. Portanto, caso abra uma empresa ou emprego após se formar, as parcelas do financiamento serão descontadas automaticamente da fonte da renda. Caso não possua renda na fase de amortização, o financiamento deve ser pago em prestações equivalentes ao pagamento mínimo.


Inscrições FIES 2020

O processo de cadastro no Fundo de Financiamento Estudantil é aberto duas vezes ao ano. Geralmente, a abertura acontece em janeiro e junho. Portanto, é necessário que os interessados em participar da seleção esteja bem atento ao cronograma divulgado pelo Ministério da Educação, órgão responsável pelo programa.

Como Funciona as Inscrições FIES 2020

A inscrição no FIES 2020 é bem similar ao de outros programas educacionais, como Sisu e Prouni. No entanto, uma diferença marcante é que só é possível selecionar uma opção de curso, quando nos outros programas são duas opções. Ao analisar as vagas disponíveis, o candidato pode selecionar a localidade, turno, instituição e curso para encontra a vaga que se adéqua ao seu perfil. Durante o período de inscrição, o candidato pode ter acesso as notas de corte de cada curso atualizadas diariamente.

Como Se inscrever no FIES

A inscrição no FIES é um procedimento um pouco trabalhoso, mas caso siga os passos corretamente, não tem erro.

  1. Inicialmente, o estudante deve se cadastrar no Sistema de Seleção do FIES, informando o CPF, e-mail e a senha de acesso. Após validar o cadastro, deve preencher com suas informações pessoais e selecionar o curso e instituição desejada.
  2. Caso seja pré-selecionado, os candidatos devem realizar o cadastramento no site do Sistema Informatizado do FIES, o SisFies. Na plataforma, deverá ser informado dados pessoais para o financiamento, como grupo familiar, fiador e renda mensal.
  3. Ao concluir a inscrição no sistema informatizado do FIES, o candidato deve ir até à instituição de ensino escolhida para a etapa de confirmação das informações prestadas ao SisFies 2020.
  4. Após validar os dados na CPSA, o estudante junto com fiador deve comparecer à instituição financeira escolhida no momento do cadastro para formalizar o financiamento.


Novas Regras FIES 2020

Desde o ano passado, quando o programa sofreu algumas modificações, o FIES 2020 oferece três linhas de financiamentos. São elas:

  • Modalidade I: é indicada para estudantes de todo o Brasil com renda per capita mensal familiar de no máximo três salários mínimos. Geralmente, nesta modalidade, são ofertadas 100 mil vagas sem cobrança de taxa de juros.
  • Modalidade II: é remetido para estudantes que residem em regiões Nordeste, Centro-Oeste e Nordeste que possuem renda per capita mensal familiar de até cinco salários mínimos. Nesta linha de financiamento são oferecidas 150 mil vagas com taxa de juros variável.
  • Modalidade III: é destinado para estudantes de todo o Brasil com renda per capita mensal familiar no valor de até cinco salários mínimos. Nesta modalidade são ofertadas 60 mil vagas com taxa de juros variável.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *